quarta-feira, janeiro 13, 2010

O que é o nada?

Há sombras no olhar
Um véu de incertezas
Reflexos distorcidos
A luz que se apagou

E agora, o que fazer?
Não há nada que me prenda
Não há nada que me liberte
Não há nada

Há um olhar sem sombras
Uma infinita certeza
O espelho que não se quebrou
A luz que nunca existiu

E há de se fazer o agora?
A prisão é voluntária
A liberdade é falaciosa
O que é o nada?

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial