sexta-feira, janeiro 15, 2010

Os fracos, esses são meus heróis
De si, nada têm pra dar
A força estúpida que o mundo exige
A coragem medíocre para matar
A ousadia imbecil para destruir
Nada disso possuem

São fortes somente para reconhecer sua fraqueza
Corajosos o suficiente para pedir ajuda
Ousados ao ponto de estender a mão

Esses são meu heróis
O contrário que o mundo deseja
A antítese do Super-Homem
O avesso da Mulher-Maravilha

Não têm superpoderes
Mas podem salvar o mundo
Impedir a morte
E restaurar a vida

5 Comentários:

Blogger Galldino disse...

Muito bom.
Parabéns.

5:34 PM  
Blogger Cris Poulain disse...

Gostei..
os fracassados,muitas vezes,são interessantes...
Beijos da Cris Poulain

8:39 PM  
Blogger Adriana disse...

"em nossa fraqueza o poder se aperfeiçoa"

lindo!!

Gostei do seu blog e de sua linha editorial, já estou te seguindo, espero sua visita ao meu humilde blog, será uma honra.

abraço

5:34 PM  
Blogger Jackie Kauffman Florianopolis-SC disse...

Bom poder ser frágil, gritar a minha dor, espernear. Dizer que não consigo me faz gente.Sou gente assim como você. Bela poesia, obrigada por compartilha-la.Bj

9:37 PM  
Blogger Jackie Kauffman Florianopolis-SC disse...

Oi Gustavo. Descrevestes bem o que sinto. Um emaranhado de sentimentos antagônicos..Isso é saudade.Obrigada por colocar em palavras sentimentos tão profundos.(Tentei comentar no post nerior, mas não consegui).
Bj

4:48 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial